Saiba como curtir ao lado dos filhos de maneira econômica – e inesquecível!

Julho é o mês das férias escolares das crianças e é o momento perfeito para que elas possam recarregar as energias para enfrentar o segundo semestre cheias de disposição e, é claro, de boas histórias para contar. E você não precisa sair da sua cidade para proporcionar bons momentos aos pequenos. Existem diversas formas criativas e divertidas de entretenimento que não comprometem o orçamento.

“Julho é alta temporada para viajar pelo Brasil. Mas existem programas que podem ser interessantes e não necessariamente caros. Vale verificar no site da prefeitura da sua cidade as atividades culturais, geralmente gratuitas, para essa época. E, antes, faça sempre uma programação e um planejamento financeiro”, sugere o educador financeiro do SPC Brasil, José Vignoli.

“É bastante possível se divertir com as crianças sem que isso necessariamente gere custos. Basta usar a criatividade e ter disposição para propor brincadeiras e atividades. Há diversas páginas nas redes sociais, blogs e sites que podem ajudar nessa tarefa, dando alguma inspiração do que fazer com os pequenos”, completa a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Quer algumas opções? Separamos ideias divertidas – e quase sem custo algum – para você organizar e tornar os próximos 30 dias mais alegres para as crianças:

Sessão pipoca

Com o frio dessa época do ano, que tal organizar uma sessão de cinema, debaixo das cobertas, com as crianças? Deixe que elas escolham o filme e aproveite o momento para ensiná-los também a preparar o ambiente, com direito a fazer pipoca sozinhas.

Supervisionando sempre, deixe que elas preparem as guloseimas. Você pode ainda explicar como o milho vira pipoca e exibir https://www.youtube.com/watch?v=8sQJmz9-89s', 'esse vídeo'); esse vídeo, que é super interessante.

Experiências divertidas

Mudar a cor das flores, fazer uma vela flutuar, customizar camisetas com materiais reciclados, encher balões utilizando garrafas e muitas outras experiências fáceis e interessantes, você pode fazer com as crianças com ajuda de dois vídeos que selecionamos para você: confira https://www.youtube.com/watch?v=4nd9FeUcvqM',  e https://www.youtube.com/watch?v=PXMo2RU_Jfo', 'aqui');">aqui.

Lembre-se de sempre supervisionar e ajudar, principalmente quando a experiência requer mexer com fogo, tesoura ou outros itens que podem machucar. Essa supervisão é importante também para evitar o desperdício de ingredientes!

Atividades ao ar livre

Com as temperaturas mais baixas, passar uma tarde ao sol e praticar atividades físicas pode ser uma opção para os pequenos movimentarem o corpo e gastarem a energia acumulada.

Que tal combinar com os amigos uma tarde de piquenique? Aproveite os dias de semana, em que os parques são mais vazios, prepare lanchinhos em casa com as ajuda das crianças e pronto.

Espetáculos

Aproveite as férias de julho para fazer programas culturais. Por isso, confira a programação de sua cidade dos musicais e espetáculos infantis. Nessa época, muitos são de graça ou possuem valores simbólicos.

É possível ainda deixar crianças maiores irem sozinhas com seus amiguinhos. “Nesse caso, para que não haja gastos excessivos, estipule previamente o valor que cada uma poderá gastar com pipoca ou outros itens e já dê o dinheiro a elas. É um bom exercício de educação financeira”, diz Marcela.

Receber amiguinhos em casa

É hora de socializar! Chame os coleguinhas da escola, primos ou vizinhos para um dia de brincadeiras em sua casa. Peça para os pais de cada um enviarem um prato de comida para que não saia pesado para você.

Então, deixe que se divirtam com jogos educativos, videogames e até mesmo experiências de química citadas antes.

Para aguçar o senso de responsabilidade dos filhos, vale a pena deixá-los encarregados de convidar a todos e avisar da programação, bem como ajudar no preparo de alguns lanches e da organização da casa após a bagunça terminar.

O mesmo vale para quando seu filho for passar a tarde fora na casa de algum amigo. Explique as regras de comportamento e ajude-o a preparar algum mimo para levar, como sanduíches ou docinhos, agradecendo ao coleguinha e a seus pais pela hospitalidade.

Tarde de jogos antigos

Xadrez, damas, dominó, jogos de tabuleiro, amarelinha, pular elástico… Muitas brincadeiras que já foram moda há algumas décadas, hoje são praticamente desconhecido pelas crianças.

Então, que tal aproveitar alguns dias para compartilhar novas (velhas) experiências com as crianças? Com um pouco de criatividade e paciência, essas brincadeiras ajudam a estreitar laços e criar memórias. Para tornar a experiência ainda melhor, que tal convidar os amiguinhos para um campeonato?

Acampamento em casa

Não vai viajar? Não faz mal! Você pode montar um acampamento em casa. Se tiver quintal, a brincadeira fica ainda mais emocionante. Monte barracas para que as crianças passem uma noite fora. Ensine-os a montar o equipamento e a organizar toda a estrutura de um acampamento, deixando com que eles associem a experiência a algo seguro e calmo, para que possam acampar de verdade quando maiores.

Se você não tem quintal, use a criatividade e transforme sua própria casa em um camping! Seja com barracas de verdade ou com cadeiras e cobertores na sala mesmo, a dica é tornar a noite divertida e curtir o momento inusitado ao máximo.

Viagem de fim de semana

Quer sair da cidade no fim de semana? Então, para não gastar muito, esqueça os destinos mais famosos (consequentemente mais caros). Deixe-os para outras épocas do ano. O Brasil é muito grande e, muitas vezes, focamos apenas nas cidades famosas, esquecendo-nos de que há muitas outras opções atrativas.

Para baratear a hospedagem, além de usar https://www.airbnb.com.br/', você pode convidar casais de amigos que também tenham filhos para fazerem uma viagem conjunta. “Isso reduz os gastos da família – já que você vai dividir o valor com outras pessoas – além de trazer mais diversão para as crianças, que terão mais amigos da idade delas por perto”, sugere Marcela.

Aproveitar para visitar familiares ou amigos distantes e que possam te receber em casa também pode ser uma ideia divertida e com custos reduzidos de hospedagem. É importante apenas verificar a disponibilidade e as melhores datas para os seus anfitriões antes.

 

Fonte: Meu Bolso Feliz

0
0
0
s2smodern